Como construir confiança e autoestima

Como construir confiança e autoestima

 

Se você tem confiança e autoestima baixas, sua negatividade pode estar afetando seus filhos também. Use nossa lista de ações para cortar a autocrítica da sua vida e ajudar a aumentar a confiança corporal da seus filhos

Você critica demais seu próprio corpo?

Você pode dizer à sua filha todos os dias que ela é linda, mas se ela ouve você criticar seu próprio corpo constantemente, ela passa a se julgar da mesma maneira. Isso pode prejudicar sua confiança e autoestima e fazer com que ela se preocupe excessivamente com sua aparência.

Quando se trata de beleza, mulheres são muito duras consigo mesmas. De acordo com o Relatório Global Dove de Beleza e Confiança de 2016, apenas 20% das mulheres britânicas têm alta estima corporal. A "Espelho, espelho meu", uma resenha de pesquisas publicadas pelo Centro de Pesquisa de Assuntos Sociais revela que mulheres são muito mais críticas do que os homens com relação à sua aparência e são menos propensas a gostar do que vêem no espelho.

"Precisamos estar mais atentas com relação aos comentários negativos que fazemos sobre nossos próprios corpos e à maneira como criticamos nossos hábitos alimentares, uma vez que esse tipo de insegurança pode afetar nossas filhas e filhos também," diz a pesquisadora de psicologia da saúde Dra. Philippa Diedrichs. "Sentir-se bem com seu próprio corpo e valorizá-lo pode ser complicado na atual conjuntura cultural, mas quanto mais positiva e atenciosa você for consigo mesma e com sua aparência, mais fácil será para seus filhos desenvolver confiança com relação ao seu próprio corpo".

Não passe a autocrítica para sua filha

Se você não tem a sorte de ser daquelas uma em cada cinco mulheres que estão satisfeitas com sua aparência, é hora de considerar o impacto que a constante autocrítica com relação ao seu corpo pode ter sobre sua filha.

"Muitas mulheres fazem este tipo de comentário sem perceber, podendo passar assim uma mensagem subliminar às suas filhas. Isso faz com que elas considerem normal, ou até mesmo incentivado, que uma menina seja muito crítica ou se sinta infeliz com seu próprio corpo," diz a Dra. Diedrichs.

Um inquérito recente do governo britânico intitulado "Reflexões sobre imagem corporal: Relatório do Grupo Parlamentar composto por Todos os Partidos sobre Imagem Corporal" descobriu que comentários como esses são percebidos e copiados por crianças. Já o relatório "Os efeitos adversos da pressão social para ser magra sobre jovens mulheres: Uma investigação experimental sobre os efeitos de 'Chamar de Gorda'" demonstra que basta que uma mulher ouça outra mulher falando dessa maneira por três a cinco minutos para que sua própria confiança corporal diminua.

O que podemos fazer para não passar esse tipo de comportamento para nossas filhas?

Como ganhar confiança: seja mais gentil consigo mesma

Não é sempre fácil manter uma atitude positiva com relação ao seu corpo na frente da sua filha, principalmente se você não se sente confiante. Porém, se você se esforçar para melhorar sua confiança corporal externa, você ajudará sua filha a se sentir positiva com relação ao seu próprio corpo.

Depois que você parar de fazer comentários negativos, seja positiva. Se você gosta do seu quadril ou da força que sente depois de uma sessão na academia, expresse como se sente. Se você acha que seu novo corte de cabelo ficou bom, que o seu vestido caiu bem ou que você é uma pessoa atenciosa e engraçada, comente isso com os outros. Você pode se sentir um pouco estranha no começo, mas essa nova versão sua, muito mais confiante em si mesma, fará maravilhas pela sua autoestima e pela da sua filha também.

  • 1.

    Tome cuidado com comentários feitos sem pensar

    Tenha consciência de como você fala sobre seu corpo e faz críticas sobre ele na frente de seus filhos. Se você rotineiramente diz coisas como "Você acha que eu pareço gorda com esta calça?", "Tenho que dar um jeito nesse pneuzinho" ou "Meu cabelo está horroroso", está na hora de parar com os comentários negativos

  • 2.

    Seja gentil consigo mesma

    Sorria para si mesma na frente do espelho e concentre-se todos os dias em pelo menos uma coisa da qual você gosta em si mesma e na sua aparência

  • 3.

    Mantenha-se positiva

    Comece a recitar expressões positivas sobre seu corpo e sua personalidade em voz alta. Quanto mais você fizer isso, mais passará a acreditar que é realmente verdade

  • 4.

    Mande um recado para si mesma

    Escreva recadinhos positivos sobre sua aparência e como você gostaria de se sentir em post-its e espalhe-os pela casa. Mensagens como "Oi, sua linda" ou "Você é perfeita da maneira como é" servirão como ótimos lembretes para você e para seus filhos

Próximos passos

  • Façam um pacto: cada vez que você estiver sendo muito dura consigo mesma, ela gentilmente pegará no seu pé. Se vocês duas passarem uma semana inteira sem fazer nenhuma autocrítica, vocês fazem alguma coisa legal juntas.