Um código secreto para você e sua filha

Um código secreto para você e sua filha

Pode ser muito difiícil para uma adolescente conversar com sua mãe (ou qualquer outra pessoa) sobre assuntos delicados. Um código secreto entre mãe e filha pode ajudá-la a se abrir quando estiver se sentindo desconfortável ou infeliz.

Tente se lembrar de quando você manteve algo em segredo dos seus pais. O que era? Por que você não contou nada para eles? Provavelmente, você estava com medo de que eles não iriam gostar do que estava acontecento. E como você acha que se sentiria se sua filha adolescente guardasse segredos similares de você? Decepcionada? Brava? Preocupada? Não seria melhor incentivar uma maior abertura entre vocês desde o começo?

Escute o que ela tem para dizer sem fazer julgamentos

"Os pais não percebem que uma mentirinha ou omissão tem mais a ver com seus filhos querendo se manter próxima de você," diz a psicóloga clínica Dra. Tara Cousineau. "O truque aqui é criar um ambiente no qual você não está julgando seus filhos e consegue se colocar no lugar deles.

"Geralmente, isso requer apenas que você seja transparente e honesta em sua própria vida, com seu parceiro e seus amigos. Sua filha é uma observadora astuta e vai se sentir mais confiante para conversar com você sobre assuntos delicados quando vir você agindo com integridade. Ela tem que estar segura de que você vai escutar o que ela tem para dizer e vai ajudá-la sem ficar julgando ou tirando conclusões precipitadas."

Às vezes, meninas se encontram em situações inesperadas ou desconfortáveis sem que isso seja sua culpa. Sua intenção não é mentir, mas elas se sentem divididas entre proteger suas amigas e sua posição social e proteger você da verdade. 

Como o uso de um código pode ajudar a lidar com problemas

A Dra. Cousineau sugere que vocês criem um código, a ser usado pela sua filha quando ela quiser chamar sua atenção para problemas adolescentes rotineiros ou quando ela quiser conversar sobre um assunto delicado. Situações nas quais um código poderia ser usado incluem quando ela:

• For mal na escola
• For a uma festa que tenha álcool ou drogas
• For tocada de maneira inadequada
• Desenvolver hábitos alimentares preocupantes
• For provocada ou assediada
• Precisar de conselhos sobre relacionamentos
• Sentir-se magoada por causa de algo que um familiar ou amigo fez

Se vocês criarem um código ou frase de uso comum, isso pode fortalecer o relacionamento entre vocês, pois evitará erros de comunicação e permitirá que você ajude sua filha quando ela mais precisa de você. Ela pode querer usar o código quando estiver fora, talvez porque precise que você vá ajudá-la. Deixe claro que ela pode ligar ou mandar uma mensagem de texto fazendo uso do código sempre que for preciso.

Coloque-se no lugar dela

"A transição da infância para a adolescência pode ser muito difícil," diz a Dra. Cousineau. "Coloque-se no lugar dela e escute o que sua filha tem para dizer. Certifique-se de que ela sabe que você está contente porque ela te procurou."

No livro Criando Meninas (Raising Girls), o psicólogo Steve Bidulph sugere que tias, irmãs mais velhas ou amigas adultas desempenhem o papel de confidente, que é muito importante na vida de meninas. Veja se sua filha gostaria de compartilhar o código também com essa tia ou amiga adulta.

O uso de um código entre você e sua filha ajudará a aumentar a confiança entre vocês e vai incentivar sua filha adolescente a te procurar quando estiver com problemas típicos da adolescência. Manter a linha de comunicação aberta vai ajudá-la a desenvolver a confiança para superar desafios e desenvolver todo o seu potencial.

Como escolher e usar um código com sua filha

  • Para que a ideia do código funcione, vocês duas precisam entrar em acordo sobre algumas regras:
  • A segurança vem em primeiro lugar
  • Escute, não coloque culpa
  • Comunique-se de maneira positiva
  • Desenvolvam soluções e consequências juntas
  • Entenda que errar é humano e faz parte do amadurecimento
  • Identifique contatos de emergência

Siga os seguintes passos para que o código passe a ser uma ferramenta poderosa no desenvolvimento da comunicação e confiança entre você e sua filha

  • 1

    Escolha um código simples

    Escolha uma frase que soe corriqueira e natural, como "Mãe, você pode consertar minha pulseira?". Assim, sua filha ou você podem usá-la quando houver alguma coisa que vocês precisam discutir

  • 2

    Crie algumas regras

    Escrevam juntas as regras para utilização do código e comprometam-se a seguí-las sempre

  • 3

    Dois códigos são melhores que apenas um

    Considere a possibilidade de criar dois códigos. Um deles pode servir para alertar para algo urgente, enquanto o outro pode sinalizar que tem alguma coisa acontecendo, mas que sua filha não quer falar sobre o assunto no momento

  • 4

    Aloque outra confidente

    Talvez seja bom que haja outro adulto com o qual sua filha possa usar o código, caso você não esteja disponível ou ela sinta que não pode se abrir com você

  • 5

    Leve o código a a sério

    Quando sua filha usar o código, parabenize-a por pedir ajuda. Leve-a para um local privado e escute o que ela tem a dizer

Próximos passos

  • Dê início a uma conversa com sua filha sobre o código e em quais situações ela poderia usá-lo
  • Como ela se sente, sabendo que dispõe de um código que pode usar em situações complicadas ou quando precisa conversar a sós com você?
  • Depois que ela já tiver usado o código algumas vezes, pergunte como ela se sente e se ela está satisfeita com a maneira como você lidou com a situação