Skip to content

Ajude os seus filhos a desenvolverem uma imagem corporal positiva

Ajude os seus filhos a desenvolverem uma imagem corporal positiva

Porque será que o "visual do momento" geralmente não tem nada a ver com o que as pessoas são no mundo real? Que visual é que queria ter quando era adolescente? As tendências mudam, mas a vontade dos adolescentes de segui-las, e a ansiedade que isso traz, são intemporais.

Se a sua filha(o) gosta de seguir as tendências de moda, use a nossa lista de ações para lhe mostrar que, para seguir a moda, não precisa de mudar de personalidade.

Estimule a auto-imagem da sua filha(o)

Se a sua filha(o) demonstra uma curiosidade crescente sobre estilo e aparência, estimule essa vontade de experimentação, em vez de temê-la. Quanto mais ela descobrir sobre o seu estilo próprio, menos ela vai procurar influências externas.

A Marta, mãe de Rita, de 11 anos, concorda: "Eu acho essencial dar às crianças a liberdade de escolher o seu próprio estilo. É uma das primeiras formas de expressão, criatividade e escolha pessoal".

Fale-lhe sobre os erros de moda que já cometeu

"Quando me lembro de alguns cortes de cabelo que já tive, ou das roupas que usava, tenho vontade de me esconder num buraco. Porém, isso faz parte de crescer e da procura pela nossa identidade" diz Sonja, rindo-se.

É normal – e inofensivo – que os seus filhos queiram experimentar diferentes visuais e tendências. Estimule o seu sentido de estilo próprio e incentive a sua criatividade por meio da auto-expressão. Lembre-os de que a última moda passará e de que eles não precisam de ser escravos do modelo atual de perfeição.

As tendências de hoje serão os problemas das cirurgias plásticas do futuro

Uma percentagem alarmante (47%) de raparigas, com idades entre os 11 e os 21 anos, acredita que a sua aparência as atrapalha na vida, e dois terços das que têm mais de 17 anos considera que não são bonitas o suficiente, segundo a "Pesquisa de Comportamento das Meninas 2016" da Girlguiding UK. Por isso, não é surpreendente que muitas raparigas consideram alterar a sua aparência de maneira drástica e permanente.

Se a sua filha demonstra interesse em fazer uma cirurgia plástica, lembre-a de que as tendências do corpo mudam, mas que uma cirurgia é permanente. Discuta com ela os possíveis riscos envolvidos na cirurgia e acabe com a sua curiosidade, ao mostrar-lhe fotografias de pacientes em recuperação pós-cirurgia. Isso pode ajudá-la a compreender toda a dor e sofrimento associadas a este processo.

*Alteramos os nomes das pessoas cujas histórias partilhamos nestas páginas, para proteger a sua privacidade, embora todas as histórias sejam verídicas.

  • 1.

    Reconheça as mudanças que os seus filhos estão a sofrer

    Seja sincero quanto às mudanças pelas quais o corpo dos seus filhos está a passar. Lembre-os de que ainda vão passar por muitas mudanças, inclusive após a adolescência, e que o que vêem agora ao espelho será diferente no futuro.    

  • 2.

    Coloque as coisas em perspectiva

    Vejam, em conjunto, os estilos que eram tendência alguns anos antes e pergunte-lhes se gostariam de ter aquela aparência. Mostre-lhes a rapidez com que as tendências mudam.    

  • 3.

    Partilhe os erros de moda que cometeu na adolescência

    Conte-lhes como se parecia e vestia com a idade deles, e mostre-lhes algumas das suas fotografias antigas. Será divertido!    

  • 4.

    Ajude-os a aceitar esta fase de mudanças

    A beleza tem diferentes formas e tamanhos. Os seus filhos devem querer descobrir como será a deles. Incentive-os a experimentar diferentes estilos de roupas e cortes de cabelo, para que possam desenvolver o seu próprio estilo e aprender com os erros.    

Próximos passos    

  • Continue a conversar com os seus filhos sobre o seu estilo pessoal e a sua evolução    
  • Pensem em exemplos a seguir: existe alguém que as duas admirem por ter um estilo único?