Skip to content

Pressão social: ajude os seus filhos a serem eles próprios

Pressão social: ajude os seus filhos a serem eles próprios

Durante a adolescência, os seus filhos podem querer evitar chamar a atenção, mas não é preciso fingirem ser algo que não são. Utilize a nossa lista de ações que ajuda os seus filhos a resistir à pressão social e a gostarem de ser eles próprios.

Pressão social na adolescência

Até para um adulto, uma situação em que não se conhece ninguém pode ser assustadora. Quando os jovens se vêem nesta posição, despoleta uma batalha interna. Eles querem desesperadamente sentir-se parte da comunidade e integrar-se, mas, ao mesmo tempo, estão a tentar expressar a sua individualidade e estilo pessoal.

"Acredito mesmo que existe pressão social sobre a roupa e a aparência na escola da Catarina," diz a mãe Joana. "Desde a puberdade e a entrada no liceu, ela se tornou muito ansiosa em relação à sua aparência e acho que está a tentar ficar parecida com as suas amigas."

A tendência dos jovens para julgar pela aparência

"Vamos ser honestos: quando uma rapariga entra numa sala, todos olham para ela de alto a baixo," diz a Dra. Tara Cousineau, especializada em autoestima. "Neste momento os seus filhos estão a reparar nas diferentes características emocionais e físicas dos seus colegas, comparando-se aos seus amigos, começando a julgá-las como desejáveis ou indesejáveis. Isto é comprovado pelos media, revistas e filmes. De repente, o valor de certo tipo de aparência e personalidade é ampliado"

Começar numa nova escola ou juntar-se a uma nova equipa são situações em que estas comparações têm mais peso. Os jovens podem começar a experimentar novos looks, vocabulário e comportamento social.

Como a pressão social afeta a sua confiança dos seus filhos?

Lembre-se de que estas são situações importantes pelas quais os seus filhos devem passar para descobrir quem realmente são e o que é importante para eles. Tudo isto faz parte do crescimento.

No entanto, esta pode ser uma fase particularmente vulnerável para a confiança dos jovens, à medida que vão percebendo o seu lugar na sociedade. Os seus filhos podem sentir inveja dos outros ou ser objeto de inveja por parte dos seus colegas.

Ajude os seus filhos a serem confiantes em si próprios

Portanto, como pode ajudar os seus filhos a ultrapassarem este momento complexo, a valorizar a sua individualidade e a proteger a sua confiança? Reunimos algumas sugestões práticas na nossa lista de ação. O principal é ajudá-los a compreender que não deverão abrir mão de todas as coisas brilhantes que os tornam únicos, só para pertencerem a algo.

Há uma fase em que pertencer é a coisa mais importante para um jovem. Isto muda ao amadurecerem e ao desenvolverem os seus próprios interesses, talentos e estilos. Com o passar do tempo, e com o nosso apoio, eles vão aperceber-se dos amigos que lhes fazem bem e dos que não fazem.

Ao ajudar os seus filhos a identificar o que os torna únicos e como contribuem para as amizades, pode dar-lhes a confiança para serem eles próprios, assim como a reconhecer e apreciar a diversidade nos outros.

*Alteramos os nomes das pessoas cujas histórias partilhamos nestas páginas para proteger a sua privacidade, mas todas as histórias são verídicas.

  • 1

    Diga aos seus filhos o quão brilhantes são

    Reforce o sentido de autoestima deles elogiando características específicas. Foque-se em ações, habilidades e personalidade, ao invés de características físicas 

  • 2

    Ajude-os a identificar um grupo de amigos que os apoiem

    Converse com os seus filhos sobre as qualidades de um bom amigo. Um ótimo amigo veste as mesmas roupas que tu? Ou ser um bom ouvinte ou sensível aos sentimentos de alguém é mais importante? Ajude-os a identificar traços de personalidade e características que eles respeitam e admiram    

  • 3

    Converse sobre o papel que eles têm nos seus grupos de amigos

    Eles podem ser bons ouvintes, os que animam toda gente, ou ótimos a envolver as pessoas    

  • 4

    Celebre a diversidade nos grupos de amigos deles

    Elogie os aspectos únicos da aparência dos seus filhos e dos amigos, mas concentre-se mais nas suas bonitas personalidades    

  • 5

    Encontre figuras representativas positivas

    Fale de pessoas na sua família ou comunidade, ou no meio público, que têm qualidades admiráveis. Identifique figuras que representem compaixão, colaboração, resiliência e liderança. Seja o tipo de pessoa que espera que os seus filhos se tornem quando crescerem    

Próximos passos    

  • Experimente estas atividades para estimular a autoestima dos seus filhos e ajude-os a construir uma imagem mais clara dos motivos por que são jovens brilhantes    
  • Converse regularmente sobre as coisas em que eles e os amigos estão interessados. Quais são as últimas modas? Eles reconhecem que o interior é tão importante quanto o exterior?    
  • Incentive os seus filhos a falar com os amigos sobre estes assuntos. Ajude-os a encontrar uma forma de celebrar aquilo que admiram uns nos outros, que não se limite à aparência