Neutralizar o pH para ajudar a tratar assaduras

Lidar com assaduras é uma ocorrência comum na vida de um pai, não importa o quanto você é cuidadoso. A delicada pele do seu bebê é por volta de 30% mais fina que a sua e muito mais sensível. Isso, somado a uma fralda quente e úmida, mais a fricção causada na hora de chutar ou engatinhar por aí, é garantia de que a maioria dos bebês terão assaduras em algum momento.

"As assaduras são inevitáveis em algum momento, especialmente quando o bebê começa a dormir a noite toda", diz o cientista Baby Dove e pai, Evan Hillman. Então não é surpresa ver que ao menos 1/4 das crianças atendidas pela Dra. Dina M. Kulik – pediatra e mãe de quatro – têm assaduras. 

Mas por que elas ocorrem?

O cocô do seu bebê contém enzimas que podem irritar sua delicada pele, e o xixi pode deixar essas nocivas enzimas ainda mais ativas – e é por isso que é tão importante aplicar uma barreira protetora de creme sempre que trocar a fralda. Fraldas molhadas e sujas também aumentam o pH da delicada pele do bebê, especialmente se houver demora na hora de trocá-las, como da noite para o dia enquanto seu bebê estiver dormindo. Isso pode enfraquecer a barreira natural da pele – levemente ácida – aumentando a ocorrência de irritação e aquelas temidas manchas vermelhas. É por isso que é importante usar um produto que reduza o pH da pele. 

"Quando o pH da pele está equilibrado, a pele é capaz de agir para se restaurar adequadamente, criando uma barreira saudável", diz Kimberly Day, cientista de Baby Dove e mãe de dois. 

Então o que você pode fazer para reduzir e tratar as assaduras no seu bebê?

A Dra. Dina M. Kulik explica que "neutralizar a pele e aplicar uma boa barreira de creme (que costuma conter óxido de zinco) pode ser muito útil". Para ser mais efetivo, o creme que você usar deve aliviar a dor e tratar as manchas de forma eficiente no bebê, além de protegê-lo contra irritações futuras.