Shakia Stewart, 28

Ser doce tem um monte de conotações negativas - ser facilmente influenciada ou convencida, ser sentimental ou fraca - mas eu definitivamente acho que é uma coisa positiva. Talvez quanto mais confiante você é, mais doce você consegue ser. Você sabe que é forte, então não precisa externalizar isso com uma atitude de durona. Você pode ser doce e forte ao mesmo tempo.

"Eu n�o cresci sendo parecida com as outras pessoas. Eu sou meio jamaicana e meio inglesa e as princesas da Disney com as quais eu brincava n�o se pareciam comigo. Eu gastei horas tentando mudar minha apar�ncia pensando que de alguma maneira eu me encaixaria mais. � estranho pensar que no momento em que eu aceitei quem eu era, foi quando eu percebi que existe muita press�o para que as pessoas se encaixem em um s� padr�o de beleza. Quando voc� est� feliz, quando voc� sorri, n�o importa o que voc� est� usando, isso sim pra mim � beleza." Shakia, 28 anos
@Dove

No passado, eu achava que deveria ser mais durona, especialmente quando comecei a trabalhar. Eu tinha a impressão que não demonstrar emoções provaria que eu era forte e capaz. Agora, eu tenho mais confiança em mim mesma e por isso não sinto necessidade de parecer durona. Eu posso ser amigável, sorridente e até mesmo boba no trabalho, mas ainda assim ter autoridade, ser respeitada e fazer um ótimo trabalho.

Para mim, a doçura em termos de beleza vem da naturalidade. Eu não tento mudar minha aparência natural, ainda que quando jovem eu tenha passado muito tempo alisando meu cabelo. É estranho pensar nisso agora, porque as pessoas não me reconhecem se eu não estiver com meu cabelo natural - meu cabelo afro e cacheado é uma grande parte de quem eu sou.

 

Agora eu tento dar ênfase a algumas características, como usar rímel para deixar meus cílios mais longos, mas além disso eu apenas me alimento bem, faço exercícios e cuido da minha pele, assim me sinto mais confiante com minha aparência natural. Acho que isso me faz parecer mais doce porque não estou usando uma máscara - é mais orgânico e real ao invés de falso ou forçado.