Skip to content
#AxilasReais

#AxilasReais: Adeus julgamento, olá axilas

Acreditamos que a beleza deve ser uma fonte de confiança e não de ansiedade para todas as mulheres, e defendemos globalmente a aceitação do próprio corpo desde a campanha Dove Beleza Real, em 2004.

Todas têm o direito de se sentirem confiantes com seu próprio corpo, mas os padrões e ideais de beleza podem gerar inseguranças e impedir que as mulheres alcancem todo o seu potencial. Segundo uma pesquisa global sobre confiança em relação às axilas, 8 em cada 10 mulheres se sentem pressionadas para aderir a um padrão de beleza imposto pela sociedade - e se sentem julgadas em relação a diversas partes do corpo.

Nossos relatos mostraram que 6 em cada 10 mulheres sentem que já foram julgadas pela aparência de suas axilas e 88% das mulheres sentem-se pressionadas para ter a axila “ideal” – macia, sem pelos e sem manchas. Por se sentirem constrangidas com suas axilas, algumas mulheres podem até mudar a maneira como se movimentam, impedindo de se expressarem completamente e limitando suas oportunidades no dia-a-dia.

Se nos perguntarem sobre a existência de um padrão de "axilas perfeitas", nossa resposta é que tudo depende de escolha e preferência pessoal. É por isso que estamos comprometidos em remover o estigma, a vergonha e os estereótipos que cercam as nossas axilas:

  • Mostrando diversidade de axilas (e corpos) em tudo o que fazemos
  • Ajudando jovens de todo o mundo a criar confiança e autoestima com o Projeto Dove pela Autoestima. Fazemos isso através de informações educacionais para ajudá-las a desafiar os padrões relacionados à aparência, incluindo aqueles relacionados a às axilas.
  • Garantindo que uma ampla variedade de imagens de axilas esteja disponível para mídia e anunciantes por meio do Projeto #NosMostre - a maior galeria de imagens do mundo para quebrar estereótipos de beleza.

Queremos dizer adeus às axilas “perfeitas” - e ninguém melhor para nos ajudar do que a nossa própria comunidade. Para esta campanha, 9 brasileiras compartilharam suas histórias sobre axilas para encorajar outras mulheres a se sentirem confortáveis e confiantes, independentemente de terem ou não axilas consideradas “perfeitas”. Porque a beleza real é única e diversa. Tem a ver com você, por isso vale a pena celebrá-la.

Se você optar por depilar, não depilar, ter tatuagens ou colorir os pelos, se você tem cicatrizes, manchas ou vitiligo, a única coisa que sua axila não deveria ser é uma preocupação. Acreditamos que você deve se sentir feliz, confortável e confiante em suas escolhas sobre suas axilas - e aqui estão seis mulheres nos mostrando isso...

Paula

“As primeiras marcas, elas vieram muito do processo de não saber me depilar direito e eu tenho um fator maior que é a melanina e, então, a cada tipo de machucadinho acaba escurecendo, cria-se uma marca. Eu não sou uma boneca, tenho muitas manchinhas, e isso me faz ser mulher de verdade”

Michelle

“O vitiligo começou a aparecer em áreas mais expostas, é um desenho na minha pele, é uma tatuagem natural, é um poema sendo escrito, é uma dança que flui em mim.”

Jociane

“Em 2016, eu descobri um tumor maligno, ficou uma cicatriz na axila. E tá aí, a vida tá acontecendo e cicatriz é só um detalhe.”

Amanda

“Pra mim, é normal tanto ter pelo quanto não ter, cada um faz o que quer. Gostaria que isso não fosse um problema para o resto do mundo.”

Irina

“É bem de família, todas as mulheres têm o suvaco gordinho e eu tô começando a gostar mais porque também representa um pouco do que é a minha família.”

Karina

“Eu tatuei só para continuar minha personalidade. Ela mostra quem eu sou, uma parte da minha personalidade também está nas axilas”