Pressão do grupo: ajudando seus filhos a serem eles mesmos

Pressão do grupo: ajudando seus filhos a serem eles mesmos

Durante a adolescência, seus filhos pode querer não "chamar atenção", mas não há necessidade de ele ou ela fingir ser quem não é. Use nossa lista de ações para ajudar sua filha ou filho a resistirem à pressão do grupo e gostarem de ser eles mesmos.

Pressão do grupo na adolescência

Uma situação na qual você não conhece ninguém pode ser muito difícil mesmo quando já se é adulto. Quando jovens se encontram nessa situação, tem início uma batalha interna. Eles desesperamente querem sentir que fazem parte da comunidade e que "se encaixam", mas, ao mesmo tempo, estão tentando expressar sua individualidade e estilo pessoal.

"Na escola da Kristy, existe muita pressão do grupo no que diz respeito à aparência e roupas," diz a mãe dela, Gill. "Ela sente muita ansiedade por causa de sua aparência desde a puberdade e agora que está em uma escola diferente. Eu acho que ela está buscando ser "igual às suas amigas".

Jovens tendem a julgar os outros pela sua aparência

"Sejamos honestos: em qualquer lugar que uma menina vá, todos estarão analisando-a," diz a coach de autoestima Dra. Tara Cousineau. "Nessa fase, sua filha está começando a notar as diferenças entre as características físicas e emocionais de seus amigos, comparando-se com eles e julgando se essas características são desejáveis ou não. Isso é exacerbado pela imprensa, revistas e filmes. De repente, aumenta a importância de um determinado tipo de aparência e personalidade."

Mudar de escola ou entrar para um time de esportes novo são situações nas quais esses tipos de comparações surgem. Por causa disso, jovens podem passar a exibir novos visuais, vocabulário e comportamento social.

Essas situações podem também desencadear enormes mudanças comportamentais em jovens com relação ao seu corpo, enquanto eles tentam encontrar seu lugar dentro dos seus círculos sociais

Qual o impacto da pressão do grupo na confiança dos adolescentes?

Saiba que é imporante que seus filhos passem por essas situações; todos os adolescentes precisam passar por isso para descobrir quem realmente são e o que realmente importa para eles. Isso faz parte do amadurecimento.

Entretanto, essa fase pode conferir uma vulnerabilidade muito grande à confiança dos jovens, enquanto eles tentam descobrir qual é a sua posição na hierarquia social do seu círculo de amizades. Sua filha ou filho pode ter inveja dos outros ou ser alvo de inveja entre seus amigos.

Ajude sua filha ou filho a sentir confiança em si mesmos

O que você pode fazer para ajudar seus filhos a navegar por essas águas traiçoeiras, valorizar sua singularidade e proteger sua confiança? Nossa lista de ações oferece algumas sugestões práticas de como agir: a primeira e mais importante coisa a se fazer é ajudá-los a compreender que eles não deveriam abrir mão de todas as coisas maravilhosas que lhes tornam únicos apenas para que eles consigam se encaixar no grupo de amigos.

Todos os jovens passam por uma fase na qual a coisa mais importante para eles é se encaixar. Isso muda à medida que eles amadurecem e desenvolvem seus próprios interesses, talentos e estilo. Com o tempo e seu apoio, eles vão perceber quais amigos fazem bem para eles e quais não são boas influências.

Ajude seus filhos a identificar o que os torna únicos e o que eles trazem para suas amizades. Isso dará a eles a confiança necessária para que sejam eles mesmos, além de ensiná-los a reconhecer e celebrar a diversidade dos outros.

* Alteramos os nomes das pessoas cujas histórias compartilhamos nestas páginas para proteger sua privacidade, mas todas as histórias são verídicas.

  • 1

    Diga à sua filha ou filho que ele(a) é demais

    Reforce sua autovalorização ao elogiar características específicas. Concentre-se em ações, habilidades e personalidade, ao invés de aparência física.

  • 2

    Ajude-os encontrar um grupo de amigos que lhes dê apoio

    Converse com sua filha ou filho sobre as qualidades de um bom amigo. Um bom amigo usa as mesmas roupas que você? Ou será que é mais importante ouvir o que uma pessoa tem a dizer e se preocupar com seus sentimentos? Ajude-os a identificar quais traços de personalidade e características eles admiram.

  • 3

    Converse sobre o papel que eles desempenham nos seus grupos de amigos

    Ela pode ser uma boa ouvinte, aquela que anima todo mundo ou a melhor pessoa para fazer com que os outros se envolvam

  • 4

    Comemore a diversidade do grupo de amigos deles

    Elogie as características únicas da aparência de sua filha ou filho e dos seus amigos, mas procure concentrar-se na beleza de suas personalidades

  • 5

    Procure exemplos positivos

    Fale sobre familiares, pessoas da sua comunidade ou mesmo pessoas famosas que possuem qualidades dignas de admiração. Identifique exemplos de pessoas que demonstram compaixão, espírito colaborativo, superação e liderança. Seja o tipo de pessoa que você quer que seus filhos seja quando eles crescerem.

Próximos passos

  • Experimente as seguintes atividades para aumentar a autoestima da sua filha ou filho e ajudá-los a construir uma imagem mais clara do que lhes faz ser demais.
  • Converse regularmente com eles sobre os interesses deles e de seus amigos. Quais são as últimas tendências? Eles percebem que a beleza interior é tão importante quanto a exterior?
  • Incentive sua filha ou filho a conversar com seus amigos sobre esses assuntos. Ajude-os a encontrar maneiras de celebrar as características únicas que eles admiram uns nos outros e que não têm nada a ver com aparência